09 novembro 2017

Coletivo IFanzine na II Semana de Produção Cultural da UFF Rio das Ostras

Zines coletivos e zines autoriais dos estudantes do IFFluminense na II Semana Procult UFF CURO
Com atividades acadêmicas, artísticas e culturais organizadas por estudantes do curso PRODUÇÃO CULTURAL do Campus da UFF em Rio das Ostras a 2a Semana de Procult UFF CURO tem a proposta de reunir grupos, coletivos, pesquisadores, artistas e expositores para construir coletivamente uma dinâmica de trocas e aprendizados na órbita da temática  "CULTURA & RESISTÊNCIA"!
O COLETIVO IFANZINE, responsável pela FANZINOTECA IFF MACAÉ, se faz presente com mostra de fanzines produzidos pelos estudantes do IFFluminese Campus Macaé até sexta-feira, 10/11,  quando dinamizará, às 14h, uma Oficina de Fanzine como atividade integrante do Dia Nacional de Lutas com paralização e protestos em todo o Brasil, contra a reforma trabalhista, que entra em vigor no sábado e da Previdência, cuja tramitação está empacada no Congresso.
Abaixo algumas cenas da participação da equipe da Fanzinoteca na UFF de Rio das Ostras.

07 novembro 2017

Resenha - CAFÉ ILUSTRADO

O Fanzine Café Ilustrado - café em versos e quadrinhos, além de expor poesia romântica e encantar com belezas ilustrativas insondáveis que também reverberam uma poesia visual inebriante, alia o amor e o café, como sendo indispensáveis e cruciais para que se tenha uma vida menos amarga, mais feliz e bem resolvida. Ainda faz uso de um jogo inteligente de palavras que não só transmitem ideias, tais como: “Porque a vida tem que ser rápida e o meu café expresso?” ou, “Com palavras eu me rebelo, com café eu me expresso”, mas que também norteiam uma linha de pensamento que é claramente advinda de corações apaixonados pela vida, pelo amor e pelo café.
Este último elemento, denotado como o companheiro fiel mesmo nos piores momentos. O que cura as desilusões e que acorda para a vida. O que inspira... o que promove prazer silencioso e intimista... é, sem dúvida, o personagem principal e o fundamento de tudo.
Envolvente e engraçado.
Julgue por si mesmo(a)!
(Resenha - Vitor Manoel Fortunato)

Café Ilustrado
Editora: Thina Curtis/Fabi Menassi
Conteúdo: Quadrinhos, Poemas Ilustrados
Formato: A5 (12 páginas p/b)
Local: São Paulo/SP
Data: 2016
Contato: https://www.facebook.com/thina.curtis
                https://www.facebook.com/fabi.menassi

01 novembro 2017

Resenha - AS DESVENTURAS DE UM PRESENTE

Zine "As Desventuras de um Presente"
Recebemos um envelopão de fanzines da Ana Victória Anselmo, que integra a Zineteca O Lar dos Fanzines (UFC - Universidade Federal do Ceará) - projeto desenvolvido por um grupo de pedagogas super animadas e envolvidas com o compartilhamento de ideias e informação. A Karoll Castro selecionou um zine entre os vários que chegaram para o acervo da Fanzinoteca e fez um resenha especial em retribuição à Ana:

AS DESVENTURAS DE UM PRESENTE

Um zine que retrata de forma livre e humorística a vida de uma estudante e bolsista que se encontra em um dilema para a escolha de um presente.
A cada página a história ganha vida e se torna cada vez mais apaixonante, por representar tão bem a realidade proposta. O encanto também reside na simplicidade das palavras e no uso de expressões regionais nordestinas, que trazem uma identidade única aos personagens.
Resenha Manuscrita - feita pela Karoll
Esse zine mostra como é possível contar uma história de forma livre e desprendida. Pode-se observar que não há um padrão nos requadros, e sim uma organização espontânea dos elementos sobre o espaço da folha.
Além disso, a autora alterna técnicas e usa recursos dos mais variados na composição da estrutura como colagens e setas de direcionamento.
A interação do zine com o leitor torna a experiência de lê-lo, prazerosa, rendendo boas risadas e a vontade de ter em mãos uma continuação.

As Desventuras de um Presente  
Editora: Ana Victoria Anselmo (Zineteca O Lar dos Fanzines - Faced/UFC)
Conteúdo: Relatos de Vida. Quadrinhos, Colagens
Formato: A6 (12 páginas p/b)
Local: Fortaleza-CE
Contato: facebook.com/ana.v.anselmo

30 outubro 2017

Carta-Resenha - Zine BADULAQUES da professora Ioneide Nascimento

Ioneide Nascimento, professora de artes, é entusiasta e pesquisadora de fanzines, mestre em educação pela UFPI, graduada em educação artística e pedagogia, atuando como professora formadora da rede pública municipal de Teresina, e também na rede estadual. A Fanzinoteca IFF Macaé tem vários fanzines enviados pela professora Ioneide em seu acervo. Somos a ela muito gratos pelo apoio que tem dado ao nosso projeto de extensão desde seu início e, por ocasião do aniversário da professora, o Vitor Manoel Fortunato fez a apreciação dos seus zines e escreveu uma carta-resenha do zine "Badulaque" em agradecimento e homenagem à nossa ilustre colaboradora, a qual transcrevemos a seguir:

Macaé, outubro de 2017

Querida Ioneide,

Badulaques/Vida - um dos muito zines da professora de Artes
e pesquisadora Ioneide Santos do Nascimento
Há momentos em que uma sobrecarga de informações pode parar o fluxo de palavras, de modo a nos deixar sem fala, como quando temos muito a dizer, mas tão poucas palavras em mente. E é justamente como me sinto agora, ao menos no meu caso.
Os adjetivos encontrados em minha mente na busca por uma descrição plausível de sue fanzine Badulaques/Vida – só podem balbuciar na tentativa de qualificá-lo em plenitude. Poético, envolvente, cheio de esperança, dor e superação.
O que você fez, Ioneide, foi transpirar um relato profundo e edificante inspirado na feitura gradual de si mesma em meio a aventuras e desventuras. Levando em conta toda a dualidade, todo o misto da própria vida.
Levou-me a refletir sobre os espetáculos que são as pequenas coisas da vida. Sem holofotes. Sem alarde. Sem muitos espectadores.
Muitas são as coisas capazes de nos capturar a atenção, mas se mantivermos os sentidos aguçados à captura dos pequenos momentos que, de tão pequeninos tornam-se doloridos na alma, seremos enfim capazes de contemplá-los e vivê-los com a intensidade que merecem. Seus escritos, ou, ainda melhor, badulaques, como você mesma gosta de intitular, declaram que a distância entre o que é e o que não é compreende uma fonte que só nós mesmos podemos perceber. E para sincero, não é uma jornada fácil.
Ao longo da vida somos treinados para ser grandes em tantas coisas e em contrapartida nos tronamos maltrapilhos na área da emoção. Acredito que o processo de invenção de si mesmo, citado por você em algum momento, seja justamente sobre se achar em meio a tudo isso e restaurar o solo da emoção que se vê infértil. Como você mesma disse, em outras palavras, digo: somos nós, nossos próprios vampiros emocionais.
Quando acreditamos, nada há que não possa acontecer, principalmente no País das Fanzimaravilhas, não é mesmo? 
Por fim, deixe apressar-me em admitir minha grande admiração pelo seu trabalho, na espera de que você continue acreditando e fazendo poesias no caos, esperando o melhor nos piores momentos e saboreando as pequenas alegrias que só nós mesmos podemos encontrar, criar e reinventar.

Um abraço,

Vitor Manoel Fortunato + Equipe IFanzine.

Badulaques #02 - Vida
Editora: Ioneide Santos do Nascimento
Conteúdo: Relatos de Vida
Formato: A6 (08 páginas p/b)
Data da edição: ?
Local: Teresina - PI
Contato: ione_renoir@yahoo.com.br

29 outubro 2017

Resenha - A VIDA É MESMO UMA MARAVILHA

Com humor despudorado e corrosivo, e traço "eletrocardiográfico", o artista goiano Márcio Jr. conta, na micro graphic novel "A vida é mesmo uma maravilha", as desventuras de um jovem viciado - e o quanto se pode "descer" na busca da satisfação de um vício - num mundo onde o sistema é corrupto e violento, e joga viciados e criminosos na mesma vala comum.

Título: "A vida é mesmo uma maravilha".
Editor: Márcio Jr. 
Conteúdo: Quadrinhos, underground. 
Formato: A6 
(capa e contracapa coloridas; miolo p&b: 20 pág.).
Data: Outubro - 2009
Local: Goiânia - GO
Contato: monstrocomics@gmail.com